Buzz

El retret del pare de Neymar a la premsa

El retret del pare de Neymar a la premsa
El retret del pare de Neymar a la premsa
Les crítiques a Neymar pel seu joc malabarista i la lesió que el futbolista brasiler pateix han enfurismat el pare del futbolista, que ha escrit un missatge...

Les crítiques a Neymar pel seu joc malabarista i la lesió que el futbolista brasiler pateix han enfurismat el pare del futbolista, que ha escrit un missatge contundent a les xarxes socials. 

El pare del jugador del PSG ha penjat una fotografia de l’entrada del colombià Zúñiga durant el Mundial del 2014 que va lesionar el davanter; i ha escrit

“Mundial 2014: Una entrada desproporcionada i sense sentit. Pensem, preguem i vam arribar a la conclusió que el meu fill fins va tenir sort perquè podria estar en una cadira de rodes. Gràcies a Déu, no va ser el que va succeir i seguim endavant”.

A partir d’aquí, el pare de Neymar analitza altres jugades perilloses i critica totes les suposades campanyes de desprestigi al seu fill. I acaba: “La meva voluntat és enviar-vos a la merd...

"Mundial 2018: Un trepitjada al turmell quan era fora de joc. Es va dir que no hi va haver res i que, per contra, ell va simular. Hi havia VAR, tenia al món sencer veient-ho, però a ell se’l va considerar culpable. Quatre faltes consecutives en la mateixa jugada fins a aconseguir provocar el desequilibri i, posteriorment, la lesió”.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Copa de 2014. Uma entrada desproporcional e sem sentido. Tudo bem, aceitamos o destino, nada a fazer. Pensamos, oramos e chegamos à conclusão que meu filho até deu sorte porque poderia estar em uma cadeira de rodas. Graças a Deus não foi o que aconteceu e seguimos em frente. Copa de 2018. Um pisão em seu tornozelo quando fora de jogo. Disseram que não houve nada e que, pelo contrário, ele simulou. Tinha VAR, tinha o mundo inteiro vendo, mas enfim ele acabou considerado "culpado”. . Copa da França 2019. 4 faltas consecutivas, no mesmo lance (!!) até conseguirem provocar o desequilíbrio dele e posteriormente a torção. Se cair, meu filho é "cai-cai". Se ele se proteger fugindo da falta é simulação e se "simular", meu Deus, é terrivelmente contestado. Acompanho meu filho em seus jogos há muitos anos, sem faltar a nenhum deles. Quando ele era criança, vendo que era mais franzino que seus adversários sempre o alertei sobre divididas: “Nunca as enfrente, lei da física, vai perder. Se quiser vencer chega antes e se não puder evitar o contato, que esteja no ar. Um graveto no ar não se quebra, porém apoiado no solo facilmente se dobrará” ! Conselho de um pai. Uma pancada por trás, como em 2014 não há conselho que o proteja, essa proteção precisa ser feita pela arbitragem. Um pisão fora do jogo não tenho como proteger, precisa ser feito pela arbitragem. Faltas consecutivas, típicas de um anti-jogo, também não temos como proteger, tem que ser feito pela arbitragem !! Não é choro de pai não, é cansaço desse sistema socialista no futebol, “todos iguais”. DRIBLAR NÃO PODE ? TER TALENTO NÃO PODE !! Cansaço de alguns meios de comunicação mais preocupados em “vender” matérias. Sabe... como sempre a vida continua, o futebol também, e os babacas de plantão, que se dizem especialistas em futebol, continuarão realizando enquetes perguntando se “o Neymar merece apanhar“. Lamentável, pra dizer o mínimo porque a vontade é de lhes mandar a m....; Meu filho, como sempre, já se levantou e começou de novo. Aproveitem agora e guardem o veneno. Mas se preparem porque, como sempre, ele voltará mais forte.

Una publicación compartida de Neymar Pai (@neymarpai_) el

"Si el meu fill cau, és un pisciner. Si ell es protegeix de la falta és simulació. Acompanyo al meu fill des de fa molts anys, sempre el vaig advertir que evités les jugades dividides. Un cop com el de 2014 necessita ser protegit per l'àrbitre . No és el plor d'un pare, és cansament d'aquest sistema al futbol. Cansat d'alguns mitjans, més preocupats de vendre. Molts diuen que Neymar mereix rebre. Lamentable, la meva voluntat és enviar-vos a la mier **. El meu fill, com sempre, s’aixecarà i començarà de nou. Aprofitin ara i guardin el verí. Però que es preparin perquè, com sempre, tornarà més fort”. 

COMENTARIS